sexta-feira, 11 de novembro de 2011


"A vida é uns deveres que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são 6 horas: há tempo...
Quando se vê, já é 6ª feira...
Quando se vê, passaram 60 anos...
Agora, é tarde demais para ser reprovado...
E se me dessem – um dia – uma outra oportunidade,
Eu nem olhava o relógio
Seguia sempre, sempre em frente...

E iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das
horas."

Quintana

5 comentários:

disse...

viver um dia de cada vez, mas aproveitar os momentos e nao esperar as coisas cairem do céu... bom fds!!!

Camila Sanches e Amanda Sanches disse...

verdade, a vida é hoje, temos que fazer o correto enquanto á tempo!

http://oamorhadevencer.blogspot.com/

Bruna disse...

Lindas e sabias palavras, as pessoas hoje em dia vive tão apressada que se esquece de viver, o hoje, o presente, ´cada momento e unico....a vida e unica.

Mara Ribeiro disse...

Luiza adoro este poema, não damos muito valor nestas horas tão preciosas que temos.
Fiquei muito feliz com sua visita!!!
Um ótimo final de seman pra vc tb.
Bjo no coração

Luna Sanchez disse...

Quintaneando o meu sábado.

Que delícia, Luiza! Obrigada!

Um beijo.